About Me

header ads

Um pouco do mercado de Streaming de vídeos no Brasil pra você se informar


Uma página que sigo no Instagram publicou dados muito interessantes sobre o mercado de serviços de Streaming no Brasil e me deixou bastante pensativo. Por causa disso, resolvi escrever sobre o assunto, comentar alguns números e, é claro, dizer o que eu penso.

Primeiro vem a posição da Terra Brasilis no ranking mundial. Estamos em sexto lugar de consumo de streaming, acima de muitos países desenvolvidos. Isso deve acontecer pela quantidade da nossa população, mas não deixa de ser interessante. Além disso, somos o 9° país que mais gasta com isso no mundo, o que é realmente impressionante se considerarmos que somos um país ainda em desenvolvimento e estes serviços estão longe de ser bens de primeira necessidade.

Nas plataformas mais utilizadas, obviamente a Netflix ficou em primeiro com mais que o dobro do segundo lugar, o Google Play. A vermelhinha teve 94%, o que é um número bem aceitável, já que todo mundo que eu conheço tem alguma forma de acesso a plataforma.

Acho engraçado a posição do Google Play, pois mostra que muita gente ainda consome os vídeos por demanda, cerca de 40% das pessoas que usam algum streaming. Achei estranho o YouTube Premium não aparecer na lista dos sete maiores, pois é um dos que tem publicidade mais forte (já que todo mundo usa o YouTube gratuito de alguma forma).


Eu achei também que a Globo Play seria o terceiro, mas ela ficou atrás do HBO Go, que deixa claro que nem todo mundo cancelou depois que Game of Thrones acabou ou devem ter assinado de novo pra ver Cherbobyl, não sei… O DAZN, que ainda é novo, também não apareceu na lista.

A Amazon Prime Video ficou em quinta, mas deve subir em breve, já que foi barateada por causa do lançamento do serviço Amazon Prime. Eu mesmo estou pensando em assinar novamente. Depois dela tivemos a Fox e a Watch ESPN, que já são serviços menos populares. Confesso que queria ver a lista completa.

Os números da Netflix, o primeiro lugar, me impressionaram. Ela já tem 8 milhões de assinantes, com mais de. R$ 2 bilhões de faturamento só aqui no nosso país. Agora tá explicado porque a quantidade de séries brasileiras no serviço aumentou tanto, apesar do Brasil representar apenas 5,75% do total de assinantes, 139 milhões. Ok, quase 6% é muita coisa.

Enfim, o Brasil é público importante para essas empresas e isso significa que coisas dedicadas a nós ainda devem aparecer aos montes. Vamos torcer para que sejam boas!

Postar um comentário

0 Comentários